Bolo D. Amélia...Deliciosa Tradição Terceirense!


E a tão esperada noite da consoada chegou! Levo um ano inteiro à espera desta época, à espera de preparar este jantar com um gostinho sempre especial. São dias mágicos, a casa enche-se de um calor que parece sempre diferente, por mais jantares que se façam, por mais que se reúna a família. As crianças em êxtase, à espera ansiosamente que os primos, já adultos de vinte e tal anos, cheguem, pois têm uma paciência infinita para a brincadeira, para montar brinquedos ou jogar vezes e vezes seguidas o mesmo jogo. Tenho dois afilhados crescidos que são uns seres humanos maravilhosos.
Tudo começa de manhã. Há pratos que não se preparam nos dias anteriores, requerem que se acabe ou se confecione no próprio dia.
Este ano a ementa do jantar, para além do tradicional bacalhau, que a Tia Manuela preparou como sempre tão bem, fiz algumas experiências. No limite, se não resultassem, comeríamos bacalhau e um belo pãozinho com queijo, mas o deuses da culinária são poderosos e não deixaram que as experiências me deixassem mal.
Como sempre cozinho para um batalhão...resultado, vamos aos restos nos dias seguintes! E sabe tão bem! Dormir até um pouco mais tarde, enquanto as crianças resistem ao levantar e invadir a sala para continuar a descobrir os miminhos que o Pai Natal lhes trouxe, preparar os pratos e ainda enrolados no cobertor no sofá, fazer o piquenique natalício.
Para a consoada preparei:
- Bolo D. Amélia
- Bolo Rei (receita aqui)
- Rolinhos de laranja e gengibre cristalizado
- Aletria (receita aqui)
- Tarte pastel de nata
- Bolo de Chá de Cerejas com creme de mascarpone (receita aqui)
- Cakepops de bolo de chá de cereja
- Borrego com harissa, paprika fumada e romã em sous-vide, finalizado na pressão 
- Lombo de porco com ameixa, cereja e laranja em sous-vide
- Legumes e batata doce assada (receita aqui)
- Salada de raiz de aipo com maçã, romãs e balsâmico
- Raiz de aipo escondida em massa quebrada
- Macarrão comprido com carne e legumes com parmaggiano
- Tâmaras com bacon e frutos secos
Preparei receitas que se adequassem não só a este jantar especial, mas também para o último jantar do ano, já a pensar que esta semana teria um bocadinho para vos deixar aqui algumas sugestões para o grande Domingo que se aproxima e para receberem 2018 de forma deliciosa e homemade.
Mas como sempre, por mais se explore sabores, texturas, partimos das nossas raízes e não há época que evoque tanto o Ser, Estar, Viver em Família do que esta. Então optei começar pela receita do Bolo D. Amélia, receita da doçaria conventual da Ilha Terceira, que surgiu na forma de queijada, que recentemente me levou a criar as bolachas e que, também, é confecionado em bolo e que traz o cheiro a Natal a qualquer casa.
Espero que gostem! Experimentem, pois é de um sabor a especiarias e melaço tão, mas tão especial. Acreditem que durante a prova, se fecharem os olhos, estarão e sentirão esta minha ilha de modo especial.
Feliz Ano Novo! Que 2018 vos traga saúde, alegria, sucesso junto de quem mais gostam!


Ingredientes (forma de 22 cm):
250g manteiga amolecida
1/2 Kg açúcar
4 ovos inteiros
4 gemas
4 c. sopa de melaço de cana
1 c. sobremesa de canela
1 c. café noz moscada
200g farinha de milho peneirada
100g sultanas
1 limão (raspa)
Açúcar em pó para polvilhar

Na Cuisine Companion
Coloque o açúcar e os ovos inteiros e gemas na taça com o acessório batedor. Programe vel. 7, 7 min. Em seguida adicione o melaço, canela, raspa do limão e a noz moscada. Programe vel. 7, 3 min. Depois adicione a farinha de milho peneirada e bata na vel. 4, 30 seg. Envolva a farinha que ficar nas paredes da taça com a ajuda de uma espátula. Em seguida adicione as passas. Coloque a massa na forma.
Unte a forma de bolo ou formas de queijadas com desmoldante ou manteiga e farinha. 
Leve ao forno pré-aquecido a 180º por cerca de 30 a 40 min. ou até que o palito saia seco. O tempo dependerá do forno.
Retire do forno, deixe arrefecer um pouco na forma e depois transfira para uma grelha para acabar de arrefecer. Polvilhe com açúcar em pó.

Modo Tradicional
Proceda como descrito acima, mas utilizando a batedeira ou batendo com a colher de pau, como manda a tradição!

E é de comer e chorar por mais!


Comentários

  1. Ai que bom aspetoooo :D

    NEW OUTFIT POST | THE END OF THE YEAR BRINGS BACK NOSTALGIA.
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  2. Vejo que por aí o Natal foi uma animação, quer na cozinha, quer na consoada! Tanta coisa boa que tu fizeste! É raro não haver consoada na minha casa. O ano passado foi com a família toda, muitas crianças, muito barulho e muita alegria. Este ano foi uma coisa mais simples e calma, apenas com os pais, os sogros e os meus filhos. Apesar do bacalhau com todos ser o mais tradicional, eu sinceramente acho um prato um pouco simplório! O Natal é só uma vez por ano e uma noite tão mágica e tão bonita merece uma ementa mais requintada! Na primeira consoada fiz um bacalhau com couves em camadas, ficou logo mais chique! Entretanto tenho optado por outros pratos, bacalhau não pode faltar mas sempre de maneira diferente. Este ano a consoada foi composta por bacalhau de natas, polvo à lagareiro e lombo recheado com ameixas-bacon-nozes. Para acompanhar houve migas de broa-couve-bacon, batata doce, um couscous bem colorido e composto, e salada. O meu marido achou que era imensa comida para tão pouca gente, mas eu sou como tu, faço a mais de propósito que é para depois sobrar para os dias seguintes. Os dias que antecedem o Natal são sempre tão atarefados e cansativos, nunca dá para descansar, passear ou simplesmente ver um filme, que sabe tão bem ter refeições já prontas para poder descansar nos dias seguintes! É para aquela pessoas que perguntam se não me importo de comer comida requentada: de modo algum! Aliás, há pratos que no dia seguinte ainda sabem melhor!
    Adoro queijadas Dona Amélia! Fazem-me sempre lembrar o nosso típico bolo de natal Açoriano, embora as donas Amélias sejam mais leves. Assim em bolo também fica top! Fico à espera das próximas receitas!
    Continuação de boas festas!

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Obrigada por visitar o blogue e pelo seu contributo. Volte sempre!

As mais vistas